Transferir um financiamento de imóvel?

Como Transferir um financiamento de imóvel?

Comprar um imóvel nunca foi uma realização fácil, pois todos sabemos que é preciso destinar esforços desmedidos e investir uma grande quantidade de dinheiro. Assim, morar de aluguel tornou-se uma opção muito mais acessível e prática, mas que nunca supriu por completo a ambição da casa própria

Diante desse cenário, o financiamento imobiliário veio para atender a demanda de um sonho, comum entre muitas pessoas. Ele se consiste, basicamente, no pagamento de parcelas, mensalmente, a um banco (escolhido pelo comprador) que pagou o valor integral do imóvel ao vendedor. 

Financiamento de um imóvel

Entretanto, um financiamento de imóvel pode estender-se por mais de 15 anos (180 meses), o que, em muitos casos, já é tempo suficiente para desejar a mudança. Consequentemente, um grande interrogante surge na cabeça de quem opta pelo financiamento de imóvel.

É possível transferir um financiamento de imóvel?

Essa pergunta pode ser respondida de forma sucinta. Sim, é possível, só depende do banco escolhido para o financiamento analisar alguns critérios e viabilizar a transação. No entanto, para esclarecer por completo todos os procedimentos, confira abaixo todos os passos necessários.

É possível transferir o financiamento de imóvel

1- Verificação das condições

Primeiramente, o banco irá verificar as condições contratuais (taxa anual ou mensal de juros, previsão da taxa de transferência, vencimento das parcelas, eventuais negociações de prestações semestrais,…). Desse modo, ele irá garantir que tais premissas sejam mantidas. 

2- Análise do perfil

Depois vem a avaliação do perfil do novo comprador. Assim, a instituição financeira irá examinar se ele está de acordo com os requisitos contratuais e conseguirá arcar com a dívida. Aqui a comprovação de renda será exigida.

3 – Contrato

Em terceiro lugar, tem-se a averbação de um contrato com atualização dos valores restantes, já descontando os pagamentos realizados pelo antigo dono e mantendo os direitos e obrigações legais acordadas anteriormente. Dessa forma, o novo comprador deve assinar o documento para garantir as mesmas premissas e pagar os valores atualizados.

Financiamento aprovado, após a verificação das condições, análise do perfil e averbação do contrato
4- ITBI

Posteriormente, deve-se pagar o ITBI (Imposto sobre Transmissão de Bens Imóveis Intervivos). Ele é necessário para todos os compradores de imóveis oficializarem a negociação.

5- Direcionamento ao Cartório

Adiante, é preciso levar o contrato até o Cartório de Registro de Imóveis da região, onde se encontra o imóvel que está sendo negociado.

6-  Registro

Em seguida, é necessário o pagamento do registro de alteração da propriedade do novo contrato em cartório.

7- Formalização com o banco

Por último, tem de se levar o contrato ao banco com a nova certidão de matrícula do imóvel atualizada. Somente após este passo é que a transferência do financiamento será concretizada e as parcelas atualizadas começarão a ser destinadas ao novo comprador

Transferência do financiamento de imóvel, após formalização com o banco

Com todo o processo de transferir o financiamento de um imóvel esclarecido, vale lembrar que quaisquer alterações contratuais e acordos feitos sem prévia autorização do banco serão inválidos. Assim, o não pagamento de parcelas, por parte do novo comprador, pode gerar restrições ao nome do antigo dono em caso de negociações informais. 

Gostou das dicas? Siga a Dominus nas redes sociais e confira todos os nossos conteúdos!

Deixe uma resposta