Dicas práticas para morar de aluguel

Morar de aluguel sempre foi um dilema. Com o passar do tempo de vida, o sonho da casa própria, comum entre a maioria das pessoas, fica cada vez mais intenso o que, juntamente as facilidades trazidas pelo financiamento imobiliário, promove o desejo incessante de comprar um imóvel.

Desse modo, há até quem diga que morar de aluguel é “jogar dinheiro fora”, pois o valor a ser pago mensalmente é considerado “caro”, sendo preferível a opção do financiamento por um preço um pouco mais elevado. Entretanto, ao fazer tais afirmações as pessoas costumam considerar valores em termos absolutos e não percentuais.

Sob a ótica da educação financeira, ao morar de aluguel a remuneração percentual dos proprietários está, em média, próxima ao rendimento de uma poupança (0,2% – 0,5%), o que é extremamente baixo para patrimônios de alto valor agregado. Por outro lado, a taxa mensal de juros para financiamento de imóveis costuma passar de duas vezes maior que percentual de rendimento da poupança (0,6% – 0,8%). 

Diante disso, percebe-se que morar de aluguel, na perspectiva das finanças pessoais, pode ser uma ótima opção. Assim, continue nesta leitura e confira dicas práticas para morar de aluguel!  

Faças as contas de acordo com o que importa

O valor do aluguel é apenas um dos valores a serem considerados. Determine seu preço de acordo com a região escolhida, levando em conta seus hábitos e seu estilo de vida. 

Faças as contas de acordo com o que importa

Outro ponto a ser considerado é o tamanho do imóvel, de acordo com o número de pessoas, tempo de utilização dos espaços, animais de estimação e demais necessidades.

Coloque também, na ponta do lápis, o valor do condomínio, taxas adicionais e custos do dia a dia.  

Encontre o imóvel no meio digital

Para otimizar a escolha do seu imóvel, utilize a tecnologia digital como portais de anúncios de imóveis, sites de imobiliárias digitas e serviços de consultoria especializada online. Com ela é possível alcançar uma maior variedade de imóveis, fazer visitas virtuais e obter uma análise comparativa mais precisa!

Encontre o imóvel no meio digital

Conheça o imóvel antes de alugar

As visitas em dias e horários diferentes também são essenciais para analisar fatores como barulho, trânsito e recebimento de luz solar, o que pode ser determinante na escolha. Outros pontos relevantes a serem conhecidos são normas para vagas de garagem, animais domésticos e uso de áreas coletivas, procure saber bem sobre onde você vai morar!  

Fique atento as responsabilidades e a documentação

Obrigações de pagamento (locador e locatário), valor do aluguel, índices de reajuste e prazo mínimo, são algumas das principais responsabilidades a serem observadas no contrato. Além disso, as garantias para locação são essências para viabilizar a negociação, pois resguardam a segurança dos proprietários. As opções mais comuns entre os locatários se resumem em fiador, seguro fiança e depósito. 

Fique atento as responsabilidades e a documentação

A documentação que vale destacar para não ter problemas são os comprovantes de renda e residência, atestados em Serasa e SPC (“nada consta”), bem como os documentos do próprio imóvel em dia. Ademais, vale a pena conferir a Lei 8245 de 18 de outubro de 1991, que trata dos aluguéis, para não ter nenhuma surpresa. 

Preste atenção nas normas para a mudança

Após efetivar o aluguel, os cuidados ainda não acabaram. É importante considerar as regras do condomínio para não causar transtornos com a sua mudança e evitar multas desnecessárias. Além disso, na saída, deve-se deixar tudo acertado!  Ao final do contrato de locação, o condomínio tem que estar em dia, assim como as condições do imóvel devem ser as mesmas da entrada, sendo qualquer alteração sujeita a consentimento prévio e por escrito do proprietário.

Preste atenção nas normas para a mudança

Agora que você já sabe um pouco mais sobre as vantagens do aluguel e como aderir a essa opção da melhor maneira, procure seu consultor imobiliário para garantir as melhores condições para você. Quer saber mais sobre imóveis e tirar suas dúvidas? Veja os outros artigos do blog e confira o serviço de consultoria online acessando nosso site!

Deixe uma resposta