Vendendo um imóvel passo a passo

Quando o assunto é vender um imóvel já nos vem muita coisa na cabeça. 

Demora para achar comprador? O processo de venda é muito burocrático? Preciso de muitos documentos? Bom, esses são alguns dos pensamentos, comuns nas mentes dos proprietários, que podem gerar incerteza ou, ate mesmo, insegurança antes de vender o imóvel. 

Incerteza e insegurança antes de vender um imóvel

Consequentemente, é necessário esclarecer todas as dúvidas antes de iniciar o processo imobiliário de venda, pois não conhecer todos os passos para realização transação pode gerar muitos aborrecimentos. Por isso, continue neste artigo e descubra o passo a passo para vender um imóvel e não passar transtornos!   

Documentos do imóvel

O primeiro passo para vender um imóvel é conferir toda a sua documentação. Os documentos necessários são:

– A certidão de dados cadastrais – IPTU

– A matrícula atualizada do imóvel (informações de localização, metragem, transmissão de compras e vendas, benfeitorias…)

– A negativa de débitos de IPTU (garantia que o IPTU está em dia)

– A negativa de débitos do condomínio (garantia que o condomínio está em dia)

Documentos necessários para vender um imóvel

Documentos do proprietário

Posteriormente, o próximo passo são os documentos do proprietário. Eles se resumem em: 

– Identidade e CPF do proprietário e do seu cônjuge (se for casado)

– Certidão de casamento (se for casado) ou Certidão de nascimento (se for solteiro)

– Certidões judiciais no âmbito municipal, estadual, federal  

– Certidão de Interdição e Tutela.  

Logo, certifique-se de que toda documentação listada acima está disponível. Assim, você evita o surgimento de contratempos que atrasam o processo de venda.

Avaliação do imóvel

Em terceiro lugar, está a avaliação do imóvel. Aspectos como área total, estado de conservação, características da construção, tendências da região, valor de venda de imóveis próximos e similares, dentre outros, devem ser analisados de forma precisa. 

Avaliação do imóvel

Assim, você garante que o preço estipulado está dentro do valor real de mercado, o que proporciona maior rapidez no processo de venda. Para isso, é aconselhado a contratação de uma consultoria especializada!

Multimídias

As multimídias de qualidade são essenciais para trazer interessados ao seu imóvel. Sendo assim, é de extrema importância contar com equipamentos de qualidade para reproduzir virtualmente os ambientes da melhor forma e evitar visitas desnecessárias!

Alguns equipamentos que proporcionam qualidade e realidade às imagens são as fotos 360° (tour virtual pelo ambiente), Gimbal (estabilizador de vídeos) e drones (vídeos e fotos aéreos). Utilizando essas tecnologias, seu imóvel ficará extremamente atrativo no meio digital!

Apresentação

Com uma grande quantidade de interessados, o próximo passo é apresentar o imóvel nas visitas presenciais. Considerando a correria do dia a dia, é importante que as pessoas consigam realizar as visitas de forma rápida e eficiente, o que pode ser garantido por um profissional da área.

Ademais, é importante lembrar que, na hora da apresentação, devem ser observados alguns detalhes para passar mais valor ao imóvel. Então confira algumas dicas clicando aqui.

Contrato

Por último, é a hora de colocar no papel as condições para efetivação da venda. O comprador e o proprietário devem definir em contrato todas as condições acordadas.

Dois pontos principais a serem esclarecidos podem se resumir em:

1- Assinar o contrato de alienação fiduciária, junto ao banco, em caso de financiamento.

2- Agendar com o tabelião no cartório de registro de imóveis e fazer a escritura pública para concluir a venda

Contrato de compra e venda do imóvel

Com todos os passos acima bem esclarecidos, você está pronto para vender um imóvel sem maiores transtornos e com mais agilidade. Gostou do conteúdo? Confira também nossas redes sociais e os demais artigos do blog!

Deixe uma resposta