5 dicas fáceis para gerar mais aconchego em sua casa

Em determinado momento da sua vida, provavelmente você já deve ter ouvido algum comentário a respeito do aconchego de um imóvel, como, por exemplo: “Nossa! Gostei muito da casa da Bia, ela é tão aconchegante!” ou “A salinha da minha casa é tão aconchegante!”

A sensação ilustrada acima vem da necessidade biológica do ser humano de sentir conforto, bem-estar e acolhimento em sua residência. Assim, o aconchego é uma das melhores pedidas para valorizar sua casa, pois cria sentimentos únicos, não exige um investimento financeiro alto e pode gerar uma grande transformação no imóvel!

Desse modo, preparamos 5 passos que cabem no seu bolso e irão deixar sua casa mais aconchegante do que nunca!

1- Aromatize o ambiente

Para introduzir o aconchego de forma simples e eficiente nada melhor do que explorar o sentido humano mais ligado às lembranças, bem como aos sentimentos cultivados por pessoas queridas, o olfato.

Estabelecer um aroma agradável em sua casa é muito fácil, basta investir em aromatizantes de qualidade e adequá-los às necessidades de cada ambiente. Para isso, é só observar qual cheiro combina mais com cada espaço!

Aromas mais cítricos e florais (lima, tangerina, laranja) são destinados às salas, cheiros frescais e de temperos (alecrim, baunilha, hortelã, …) costumam ser próprios da cozinha, odores relaxantes e calmantes (canela, jasmim, gengibre…) para os quartos, é só confiar na sua intuição!

2- Adote o estilo Hygge

Ter uma decoração bem definida é diferencial na hora de deixar a casa mais aconchegante e com a nossa cara. Isso pode parecer algo caro e trabalhoso, porém com a adoção do estilo de decoração dinamarquês basta confiar nos sentidos!

Devido ao frio intenso e poucas horas de contato com o sol, o hygge foi moldado nos países nódicos para promover o conforto de acordo com sentidos humanos, de forma sinestésica! Assim, a tendência por prazeres caseiros é o principal foco para este estilo!

Para adotar o hygge na prática basta implementar tonalidades de cores mais suaves (Bege, branco, azul-claro…), materiais quentes (Lã, madeira, …) e explorar muito os detalhes pessoais (porta-retratos, objetos únicos, lembranças de viagens…).

3 – Direcione a iluminação

Com o intuito de fixar os olhares para o ambiente e sua decoração, a iluminação deve ser pensada de acordo com a função de cada cômodo, suas tonalidade e seus objetos. Quando o objetivo é atingido, o aconchego fica em evidência e não dá mais vontade de ir embora do lugar!

Desse modo, é muito importante explorar a luminosidade natural dos ambientes e, posteriormente, traçar o posicionamento das lâmpadas, abajures, luminárias e arandelas. Alguns aspectos importantes a serem considerados são: o espaço disponível para iluminação (deve ser proporcional a luz), a decoração do ambiente (deve combinar com abajures, luminárias e arandelas) e o ofuscamento (superfícies lisas e espelhadas refletindo luz nos olhos).

Observados todos os pontos acima vale também investir na iluminação indireta, responsável por criar jogo de luz específico para determinado objeto ou área reduzida dentro ambiente. Assim, particularidades do local que agregam valor (estampas, quadros, vasos…) podem ser ressaltadas!

4- Explore o verde

Trazer a natureza para dentro de casa é um dos detalhes finais para consagrar o aconchego no espaço.

Imagem cômodo bonito com vasos de plantas/ jardins verticais (se possível pequeno)

Sendo assim, vasos de plantas em locais estratégicos para purificar o ar, e a utilização de pequenos jardins verticais se apresentam atualmente como ótimas opções para garantir o verde!

5- Utilize tapetes e mantas

Não há nada melhor do que a utilização de tecidos adequados para poder sentir o aconchego na própria pele!

Para fechar com chave de ouro e garantir essa qualidade em sua casa, basta introduzir mantas de tonalidades suaves e um tapete na medida, sem invadir o perímetro do sofá!

Deixe uma resposta